5 de jul de 2013

Jazidas são vistoriadas na BR-116/RS

A equipe da Supervisão Ambiental da duplicação da BR-116/RS realiza vistorias nas jazidas de onde é extraído material para as obras na rodovia. O objetivo é identificar se as condicionantes previstas pela Licença de Operação (LO) estão sendo atendidas. Entre outros pontos, a equipe avalia a demarcação e identificação das áreas, a implantação e limpeza das bacias de contenção, para que em caso de chuva, por exemplo, o material não seja carreado para fora da área da jazida. Além disso, é avaliado se há ocorrência de processos erosivos decorrentes da extração de material. 


Cuidados durante as atividades 

A duplicação de uma rodovia, como a BR-116/RS, executada pelo DNIT, depende da movimentação de máquinas e caminhões que trabalham para a construção da nova pista. No km 363+300, próximo ao trevo que dá acesso a Tapes, o tráfego aumentou devido às atividades da jazida EC-04 do lote 03. O supervisor ambiental da STE S.A. responsável pelo lote, Cesar Cunha, diz que os motoristas precisam estar atentos à localidade em função da proximidade do trevo com o acesso de entrada e saída de caminhões da jazida. “Com a rodovia em obras, a atenção e o cuidado dos motoristas devem ser redobrados. Esse trecho de Tapes requer uma atenção especial nesse momento”, explica ele. O telefone da ouvidoria (0800 60 11 116) está à disposição das pessoas, em horário comercial, para atender dúvidas, críticas ou sugestões sobre o empreendimento.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...