14 de out de 2013

Sementes são coletadas no Contorno de Pelotas

Ação é realizada para propagar a genética dos indivíduos que precisarão ser suprimidos.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), através do Programa de Resgate de Germoplasma das obras de duplicação da BR-116/392 coletou, nesta quarta-feira (10/07), sementes de oito árvores da espécie jerivá. Os indivíduos, que estão localizados no lote 1-A, km 519+300, serão suprimidos por estarem em uma área com risco de execução de transplante, devido à ocorrência de uma rede de alta tensão. Os jerivás, embora não sejam protegidos por legislação, são sempre indicados ao transplante devido às características paisagísticas e por se adaptarem bem ao procedimento.


De acordo com a engenheira florestal da Gestão Ambiental da rodovia, Débora Bortoli Sartori, o objetivo da coleta de sementes destes indivíduos é preservar a sua genética. “Os frutos são coletados somente quando maduros, garantindo assim que as sementes estejam bem formadas e tenham bom índice de germinação após a semeadura”, disse. As sementes serão doadas a viveiros e instituições que utilizam o material, localizadas nas proximidades do empreendimento.

As árvores, onde se efetuou coleta de sementes, foram numeradas, fotografadas e georeferenciadas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...